quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O Despertar da Magia

O Despertar da Magia

Autor: George R.R. Martin
Data de Publicação: 2008
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 416
ISBN: 9789896370480

Sinopse

Quarto volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, a saga de fantasia mais vendida, elogiada e premiada dos últimos 50 anos, e a única obra de fantasia a conseguir o primeiro lugar do Top do New York Times.
Esta é uma saga de grande fôlego, que vai buscar à realidade medieval a textura e o pormenor que conferem dimensão e crueza a um universo de fantasia tão bem construído que faz empalidecer a Terra Média de Tolkien. Martin é um especialista na manipulação das expectativas dos leitores e, profundo conhecedor do género, não deixa de estender sucessivas armadilhas com as quais desarma os tropos que o leitor pensa reconhecer a cada página. O épico de fantasia que toda a Fantasia Épica gostava de ser.

Para quem ainda não conhecer esta série - As Crónicas de Gelo e Fogo - estamos a falar de uma das séries com mais sucesso nos últimos anos, alguns chegam mesmo a compará-la a O Senhor dos Anéis do J.R.R. Tolkien. Obviamente isto é discutível, mas o que se pode dizer com certeza é que é uma belíssima obra que tem cativado milhões por todo o mundo, uma obra de fantasia numa época medieval, com um enredo que se baseia em casas senhoriais e em lutas pelo poder e pelo reino. Numa primeira análise e até ao final do segundo volume, podemos dizer que se trata de uma obra passada na época medieval, sem que se identifique o território onde esta se desenrola, mas Martin introduz os dragões no fim o que nos remete para uma obra de fantasia.

As traduções de cada livro estão a dar origem a dois volumes na edição portuguesa. O autor neste momento acaba de editar o quinto livro da série que será composta por sete, por cá temos 8 livros publicados pela Saída de Emergência, onde a primeira parte do quinto livro saíra no dia 9 de Setembro.

Recentemente o primeiro e segundo livro, da edição portuguesa, foi adaptada para televisão dando origem a 12 episódios daquela que será a primeira série, já exibida nos Estados Unidos e que é bastante fiel à obra que lhe está na origem, apesar de terem sido feitas alterações para melhor adaptar e fazer funcionar a história no pequeno ecrã.

Em o Despertar da Magia (quarto livro na edição portuguesa), segunda parte do livro do Fúria dos Reis no original, o enredo centra-se nas batalhas que se travam por todo o reino. Com vários pretendentes ao trono os apoios das casas senhoriais vão mudando em função das melhores ofertas. A casa de Theon Greyjoy assumirá uma importância crescente neste livro, assim como a própria personagem terá pela primeira vez capítulos dedicados a ele. Tyrion Lannister é sem dúvida uma das personagens mais divertidas da série (funcionando como uma espécie de alter ego do autor). Catelyn Tully reforça a sua importância, demonstrando ser uma mulher impressionante que tem aqui um duplo papel, de mulher e mãe que tudo fará para apoiar os seus filhos. Catelyn toma Brienne of Tarth como sua cavaleira, outra personagem forte e com características pouco comum. No norte Bran Stark recebe visitas e faz novas amizades começando a descobrir que os sonhos que tem, são muitos mais que meras lucubrações do inconsciente.

A Patrulha da Noite avança para lá da muralha para descobrir que mistérios rodeiam quer os outros quer os selvagens. Jon tal como Sam vão na expedição, protagonizando um sem números de aventuras que passarão a ser o dia a dia dos jovens patrulheiros.






terça-feira, 30 de agosto de 2011

A Mulher que Partiu


Autor: Josephine Cox
Data de Publicação: Abril de 2003
Editora: Bertrand Editora
Páginas: 306
ISBN: 972-25-1302-8

“A Mulher que Partiu” é o novo romance de Josephine Cox, autora de “Deixa o Amor Brilhar”. Também esta nova obra contém todos os ingredientes que fazem desta autora uma das mais lidas e vendidas do mundo. Louise e Ben Hunter têm um casamento feliz, apenas ensombrado pelo facto de não poderem ter filhos. Vivem e trabalham com o pai de Ben, Ronnie, e aceitam a vida que, apesar de rotineira é feliz. A notícia da morte de Ronnie faz aparecer Jacob, irmão de Ben, regressado à cena com a convicção de que tem direito à pequena fortuna do pai e, com ela, à mulher do irmão. Louise, no entanto, à semelhança do que fizera anos antes, rejeita-o, mas o cunhado não se deixa afastar com facilidade...



Mas que grande história de amor, ouvi comentários muito depreciativos em relação a este livro e pelo contrário não achei nada a protagonista parva, pelo contrário gostei muito de toda a história.
Eu acho que todos os homens deviam ler este livro que é para não pensarem que lá por as mulheres os amarem que podem simplesmente ser egoístas e pensar só neles próprios, enquanto que relegam as mulheres para um canto onde só vão para descarregar as suas frustrações.
Já é o segundo livro que leio desta autora e adorei os dois.

domingo, 28 de agosto de 2011

A Última Viagem do Valentina


Autor: Santa Montefiore
Data de Publicação: Junho de 2009
Editora
: Bertrand Editora
Páginas: 379
ISBN: 978-972-25-1956-4


Após o final da Segunda Guerra Mundial, um aristocrata excêntrico é assassinado no seu palazzo italiano. Vinte anos mais tarde, este crime por resolver toca a vida de Alba, uma rapariga que vive num barco em Chelsea, na década de 1960. Entre estas duas épocas estende-se uma narrativa de amor, decadência e traição que conduz Alba até à costa de Amalfi, ao drama da guerra e à decadência da tragédia. O passado ressurge, revelando uma teia secreta de resistentes e nazis, de camponeses e condes e, no centro de tudo, uma fascinante e misteriosa mulher - a sua mãe.

Alba não irá investigar apenas um homicídio: investiga igualmente uma verdade proibida, e o que descobre no passado é doloroso, mas é a porta para o seu próprio futuro.



Foi a primeira vez que li algo desta escritora e devo dizer que fui mais pelo título do livro que me sugeriu muito mistério e acção qualquer coisa a ver com piratas.
Mas não, não tem nada a ver com piratas mas é deveras misterioso até ao fim, ao longo da história vai-nos sendo sugerido uma espécie de segredo do qual ninguém quer falar, mas quando se chega a uma certa parte então aos poucos todos os segredos nos vão sendo revelados e ficamos cada vez mais presos há história só com a intenção de saber qual o segredo que será decifrado a seguir.
Gostei tenho outros dois livros desta escritora para ler e espero que sejam tão bons como este.

O meu muito obrigado à veruska pelo empréstimo.

sábado, 27 de agosto de 2011

Contagem Decrescente

Contagem Decrescente

Autor: Ken Follett
Data de Publicação: 2011
Editora: Casa das Letras
Páginas: 488
ISBN: 9789724620169

Sinopse

1958: A Guerra Fria está no auge, os Soviéticos ultrapassam os Americanos nos primeiros passos da corrida para a conquista do espaço. Claude Lucas acorda, uma manhã, na Union State de Washington. Vestido com roupas de vagabundo, está afectado por uma amnésia que o impede de se recordar, entre outras coisas, do seu estatuto profissional. Acontece que ele é uma personagem central do próximo lançamento do Explorer I, um foguetão do exército dos EUA. Anthony Carroll, agente da CIA e velho amigo de Lucas, anda a seguir o caso. E convém-lhe que a amnésia não passe tão depressa…
Com o seu habitual sentido de suspense, Ken Follett regressa às atribulações do thriller político. Contagem Decrescente, um livro emocionante que vai surpreender os próprios fãs do autor, é um bestseller internacional.


Estes são realmente os melhores livros de verão, leves, com um enredo interessante e bem escritos. Não é propriamente um mistério perceber o que está a acontecer à personagem central do policial - Claude Lucas - nem é difícil de perceber quem está por trás da amnésia dele, mas o que neste livro se destaca são as manobras frequentemente usadas pelos agentes secretos. E nesse prisma é bastante interessante acompanhar os pensamentos e as acções de desenrasque de alguém altamente treinado a nível de espionagem. O desfecho é demasiado banal para o meu gosto, mas em geral a acção desenrola-se a um ritmo bastante bom.



sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Rosa Brava


Autor: José Manuel Saraiva

Edição/reimpressão: 2005

Páginas: 448

Editor: Oficina do Livro

ISBN: 9895551134


Este romance vem demonstrar que é possível ler bons romances históricos, quando o pano de fundo é a História de Portugal.

O livro faz-nos retroceder até ao século XIV, ao reinado de D. Fernando, às guerras travadas pelo monarca, às relações com os reinos de Castela e Aragão, às intrigas na corte, à forma como se (sobre)vivia em Portugal naquela época.

Acompanhamos figuras históricas como Diogo Lopes Pacheco, um dos assassinos de Inês de Castro, D. João Mestre de Aviz e Nun’ Álvares Pereira, o Condestável. Mas a personagem central da história é, sem qualquer dúvida, D. Leonor Teles de Menezes, famosa pelo seu encanto e pela sua beleza, bem como pela sua ambição.

O leitor apercebe-se, à medida que vai lendo o livro, que foi feita uma rigorosa pesquisa do contexto socioeconómico, das tradições, dos costumes e leis vigentes naquela época. É interessante ver o papel de cada classe social, numa sociedade claramente estratificada, assim como o desregramento perceptível em todas as classes, até no clero. Perpassa por todo o romance um humor muito particular, fazendo lembrar que rindo se criticam os costumes. Várias personagens são claramente tipificadas, mostrando-nos os vícios das classes a que pertencem – é o caso do senhor do Morgado de Pombeiro, assim como o de D. Martinho, Bispo de Lisboa, para dar apenas dois exemplos.

Uma leitura muito agradável e interessante, que nos permite ficar a saber um pouco mais sobre a Época Fernandina.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Encantamento


Autor: Alice Hoffman
Data de Publicação: Junho de 2008
Editora: Edições Gailivro
Páginas: 157
ISBN: 978-989-557-553-4


Estrella deMadrigal pensava que sabia quem era: filha, neta, irmã, melhor amiga, amada. Ela é a Estrela no Céu Nocturno, a Verdade no meio da Escuridão. Mas, em Espanha, neste século cruel e impiedoso, a verdade é um bem precioso e raro. Os judeus que recusam a conversão ao Cristianismo arriscam tudo o que têm: o amor, a vida, a família e a fé. A certa altura, uma descoberta espantosa abala profundamente a existência de Estrella. E no entanto, esta mudança devastadora é provocada por algo pequeno e doce. Um beijo. O beijo de alguém que Estrella está proibida de amar. À medida que uma nova rapariga emerge do casulo de segredos no qual foi criada, a paixão desponta e a amizade desmorona-se - a traição acaba por libertar um monstro maligno das profundezas da terra. Estrella dá por si numa situação que nunca julgou ser possível; é alguém que nunca imaginou ser.


Realmente nem sei que dizer deste livro é tão estranho, que nem sei.
Posso dizer que se lê rápido mas a história é muito leve nunca dá para perceber que eles escondem um segredo só quando começa a ser revelado é que se descobre.
Já tinha lidos livros sobre o tema que este trata, é mais um sobre a inquisição e a perseguição aos judeus.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O Tempo dos Duendes

O Tempo dos Duendes

Autor: Clifford D. Simak
Data de Publicação: 1969
Editora: Livros do Brasil
Páginas: 181

Sinopse

Peter Maxwell volta de uma viagem a outro planeta para descobrir que um duplo seu tinha morrido uma semana antes, enquanto ocupava o seu lugar, e ele é informado que essa estranha situação pode ser devido aos Rodadores, extraterrestres que disputam a galáxia com os humanos. Quando retorna à universidade onde habita, o seu carro é enfeitiçado por génios e cai no reserva dos duendes, onde encontra O'Toole um grande amigo dele duende.


Uma historia onde se encontra duendes, fadas, extraterrestres, tigres-dentes-de-sabre, homens de Neanderthal, fantasmas, além de Shakespeare trazido do passado para uma conferência literária.

Um livro bastante divertido, povoado de todos os seres a que nos habituamos nas lendas e nas histórias encantadas. Neste mundo do futuro, todos esses seres existem, ou melhor são descobertos e aceites, vivendo todos em harmonia. A personagem principal após uma viagem espacial a outro planeta, na tentativa de encontrar dragões, descobre que um duplo seu voltou mais cedo e que morreu pouco depois de chegar à Terra. Vários amigos deveras estranhos vão ajudá-lo a descobrir o que terá acontecido. Gostei especialmente do tigre-dente-de-sabre, fiquei com vontade de arranjar um. hehehehe

Não se trata de uma obra prima, é contudo divertido, e com algumas ideias muito boas.


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Possessão


Autora: A. S. Byatt

Edição/reimpressão: 2010

Páginas: 532

Editor: Sextante Editora


ISBN: 9789898093448



Este é um livro muito interessante e magistralmente escrito, pelo qual A. S. Byatt recebeu o prestigiado Booker Prize.

A ação reparte-se por dois momentos distintos: a época Vitoriana e a atualidade. Dois jovens estudiosos de literatura inglesa encontram, por acaso, cartas trocadas entre dois poetas Vitorianos e decidem descobrir em que contexto as mesmas foram escritas e qual a relação que ligava os ditos poetas.

Enquanto pesquisam a vida e a obra de Randolph Henry Ash e de Christabel LaMotte (dois poetas Vitorianos fictícios), Roland Michell e Maud Bailey viajam por Inglaterra e por França e o leitor acompanha não só as suas deambulações, mas também as viagens que fazem ao interior de si mesmos, na procura de um sentido para as suas vidas.

A autora brinda o leitor com incursões por diversos géneros/sub-géneros literários, desde a carta até ao diário, passando pela poesia e pelo romance, em que esta obra indubitavelmente se inscreve.

Se nem sempre a ação é fácil de acompanhar, tal fica a dever-se à extraordinária riqueza de que este livro é composto. São várias as vozes que se fazem ouvir, assim como os estilos com que se exprimem. Ao mesmo tempo, perpassam por todo o romance ecos muito fortes das relações que se estabelecem entre os académicos das grandes universidades inglesas e americanas, da competição que existe entre os mesmos e da relevância que qualquer nova descoberta relacionada com grandes autores do passado pode adquirir nestes meios.

Onde se revela a “possessão” em todas estas relações, cabe ao leitor descobrir, uma vez que as leituras são múltiplas e muito ricas… A não perder!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

A Fada do Lar


Autor: Sophie Kinsella
Data de Publicação: Março de 2010
Editora: Livros d´Hoje
Páginas: 391
ISBN: 978-972-20-3925-3


Chamo-me Samantha. Tenho vinte e nove anos. Nunca na vida usei o forno para fazer pão. Não sei coser um botão. Sei é reestruturar contratos de financiamento de empresas e salvar os trinta milhões de libras do meu cliente.
Samantha é uma advogada bem-sucedida em Londres. Trabalha o dia todo, não tem vida doméstica, e só se preocupa em encontrar um companheiro. Habitualmente tem êxito sobre pressão e adrenalina. Até que um dia...
comete um erro. E o erro é tão grave que acaba por destruir a sua carreira. Fica tão desnorteada que ao sair do escritório, apanha o primeiro comboio que vê e, quando se apercebe, não sabe onde está. Ao pedir indicações numa grande e bonita casa, é confundida com alguém que tinha sido entrevistada para o cargo de governanta e, sem mais nem menos, é-lhe oferecido o emprego. Não faziam ideia que estavam a contratar uma advogada licenciada em Cambridge com um QI de 158, muito menos que Samantha não faz sequer ideia como funciona o forno.
E o desastre acontece. O caos instala-se quando Samantha luta com a máquina de lavar... com a tábua de passar a ferro... e tenta cozinhar cordon-bleu para o jantar...



Bem realmente o livro é bem divertido, logo no início pensamos que a protagonista é louca, só pode depois do que faz ao descobrir que cometeu um erro.
Toda a sua vida vai mudar o que parece uma loucura revela-se ser uma nova maneira de viver muito mais calma e segura.
O fim é muito mas muito emocionante, quase que me atrevo a dizer impróprio para cardíacos tão é o suspense na última parte, como tantas reviravoltas.
Uma agradável leitura que nos deixa a pensar se por vezes não deixamos as coisas realmente importantes de lado nesta vida sempre a correr.
Este livro fez-me lembrar um outro também muito divertido e no também no início me levou a pensar que a protagonista seria louca,"Melancia" de Marian Keyes, também muito bom.
Resta-me agradecer à Mira a paciência que tem tido pois já cá tenho este livro que é dela há imenso tempo, muito obrigado e desculpa lá a demora.

domingo, 21 de agosto de 2011

Noite Sobre as Águas

Noite Sobre as Águas

Autor: Ken Follett
Data de Publicação: 2011
Editora: Bertrand Editora
Páginas: 528
ISBN: 9789722522588

Sinopse

Em 1939, com a guerra a acabar de ser declarada, um grupo de pessoas privilegiadas embarca no mais luxuoso avião de sempre, o Pan American Clipper, com destino a Nova Iorque: um aristocrata britânico, um cientista alemão, um assassino e a sua escolta, uma jovem em fuga do marido e um ladrão encantador, mas sem escrúpulos. Durante trinta horas, não há escapatória possível desse palácio voador. Sobre o Atlântico, a tensão vai crescendo até finalmente explodir num clímax dramático e perigoso.

Escolher um livro do Ken Follett para ler nunca será um grande risco. Deste autor já li dois dos seus livros de espionagem, onde ele consegue sempre cativar e contar-nos uma boa história, assim como já li a sua grande obra, "Os Pilares da Terra", que sem dúvida um dos grandes livros dele.

Este "Noite sobre as Águas", não tendo a mesma força do "Os Pilares da Terra", conta-nos uma viagem, mais precisamente uma travessia sobre o atlântico num luxuoso avião. O Reino Unido declara guerra à Alemanha e vários são os que tentam fugir dela. No Pan American Clipper só os mais ricos conseguem ter direito a um lugar que os leve para os Estados Unidos da America. Entre eles: uma família aristocrata nazi, um ladrão de jóias, um cientista judeu que foge dos alemães, uma princesa russa, um casal de amantes em que ela foge do marido, o marido traído que tenta reconquistar a sua esposa, uma empresária de sucesso que tenta a todo o custo salvar a empresa e entre todos os passageiros, alguém que ira desviar o avião da sua rota. Como podem imaginar, temos aqui ingredientes suficientes para um bom thriller que nos cativa e mantém presos até às últimas páginas.


sábado, 20 de agosto de 2011

Noites de Chuva e Estrelas

Autor: Maeve Binchy
Data de Publicação: Fevereiro de 2007
Editora: Bertrand Editora
Páginas: 228
ISBN: 978-972-25-1547-4



Seis desconhecidos, sem nada em comum a não ser a necessidade de fugir de casa, conhecem-se numa taberna na aldeia grega de Aghia Anna. Fiona é uma jovem enfermeira irlandesa cuja família se recusa a deixá-la viver a sua vida. O académico americano Thomas sente falta do filho e receia que a ex-mulher o afaste dele. Elsa é alemã e abandonou a carreira de apresentadora de televisão, mas alguém do seu passado não quer deixá-la partir. O tímido inglês David está determinado a enfrentar o pai dominador. Aos quatro junta-se Andreas, o dono da taberna, cheio de saudades do filho que partiu para a América nove anos antes, e Vonni, uma irlandesa há muito radicada na região. A história de um Verão que vê nascer amizades e amores entre seis pessoas que a vida juntou sob a chuva e as estrelas das noites gregas...


Já li outros livros desta autora como "Uma Casa na Irlanda" e "De Alma e Coração", e gostei de todos, embora este último me tenha sido um pouco difícil de entrar na história.
São seis histórias diferentes dentro da mesma história, que ficamos a conhecer aquando de um acidente no porto da vila de Aghia Anna, com paisagens idílicas que vão ajudar todos os intervenientes na narrativa a conseguirem encontrar o caminho certo no meio das suas dúvidas.
O final é de aquecer a alma.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

A Paixão

                                   
Autor: Almeida Faria

Edição/reimpressão: 1981

Páginas: 180

Editor: Círculo de Leitores

A leitura deste livro começou como um desafio que me foi proposto por Álvaro de Sousa Holstein, a quem agradeço o empréstimo.

O leitor depara-se com uma obra dividida em três partes, cada uma correspondente a uma parte de um dia de sexta feira Santa, num mês de Março de um ano indeterminado, que podemos situar algures na década de 1960/1970, em pleno Estado Novo, antes da Revolução dos Cravos. O Alentejo é o local escolhido para o desenrolar da ação, com as suas lezírias, as suas aldeias brancas, os seus castelos e as suas as famílias antigas, donas de uma opulência que já conheceu melhores dias, seios onde vão germinar algumas das sementes que ajudarão a libertar o país dum regime totalitário e anquilosado.

É através das vivências que as diversas personagens vão rememorando que o leitor se apercebe da ligação que une todas elas, assim como da história mais vasta que os indivíduos anónimos foram / vão escrevendo para maior ou menor glória deste país. E essas vivências contadas por pessoas banais, são, na sua maioria, também elas simples e rudimentares, até na forma como são expressas. A linguagem é fabricada de modo a acompanhar essa simplicidade, trazendo-nos o mundo rural, as rotinas do dia a dia, uma certa religiosidade crédula, em contraponto às ideias que estão em ebulição em alguns núcleos do mundo académico do Portugal de então.

Não se trata de uma obra de leitura simples, uma vez que seguir o percurso do pensamento de alguém é sempre um exercício difícil; por outro lado, o uso constante da adjectivação não substitui o diálogo, que daria uma maior leveza à história. Na minha opinião, a forma como o autor ata as pontas, no final, fica aquém do esperado. Talvez seja propositado… Afinal os nossos próprios pensamentos nem sempre são coerentes…

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Sangue Mortífero

Sangue Mortífero 

Autor: Charlaine Harris
Data de Publicação: 
Editora: 
Páginas: 
ISBN:

Sinopse

Com a excepção de Sookie Stackhouse, os habitantes de Bon Temps, no Louisiana, pouco sabiam sobre vampiros e nada sobre lobisomens. Até agora. Lobisomens e metamorfos revelaram finalmente a sua existência ao mundo e isso poderá ter custado a vida a alguém que Sookie conhecia. Mas a sua determinação para descobrir o responsável pelo homicídio é posta de parte perante um perigo muito maior. Uma raça de seres sobrenaturais (mais velhos, poderosos e muito mais misteriosos do que os vampiros ou os lobisomens) prepara-se para a guerra. E Sookie, enredada ainda na teia de antigos amores, ver-se-á como peão demasiado humano nesta batalha...

Este é já o 9º livro da série True Blood. Longe de ser uma grande série, nem de ter uma grande escrita é sempre engraçado rever as personagens que tem acompanhado Sookie. Com muita acção e sendo muito simples de acompanhar sem esforço, é uma óptima leitura de verão. Mais perigos para a personagem principal, muitos homens para a protegerem, invejas e tramóias, nada melhor para uma leitura de praia.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O Triunfo de César


Autor: Steven Saylor

Edição/reimpressão: 2008

Páginas: 272

Editor: Bertrand Editora

ISBN: 9789722517256


A série Roma Sub-Rosa transporta-nos até à Roma Antiga, a dos grandes Cônsules e Ditadores, a dos grandes Generais e Estrategas. A série inicia-se com Sangue Romano, em que nos é apresentado Gordiano, o Descobridor. Este será a personagem principal de todos os romances históricos desta série. É ele que tem a seu cargo o desvendar dos mistérios que vão surgindo, seja a mando do famoso filósofo e orador Cícero, que surge no primeiro romance, do grande general Pompeu, como em Crime na Via Ápia, ou mesmo de Calpúrnia, esposa de César, que teme pela vida deste em O Triunfo de César.

À medida que se embrenha na leitura destes romances, o leitor é levado numa verdadeira lição de história sobre o Império Romano e sobre os povos que se cruzaram no seu caminho: as suas tradições, a sua religião, a sua cultura, as suas campanhas militares, as suas conquistas… Tudo aquilo que contribuiu para que os ecos e testemunhos da Civilização Romana conseguissem chegar até aos nossos dias.

Steven Saylor constrói narrativas muito interessantes, cheias de ação e suspense, fazendo-nos acompanhar a vida de Gordiano e da sua família - da sua esposa, Betesda; do seu filho adoptivo, Eco; do seu fiel escravo, Belbo… - ao mesmo tempo que revemos partes das vidas de grandes personalidade romanas.

A série Roma Sub-Rosa aguarda todos aqueles que se interessam por este período histórico tão marcante, e que não dispensam um bom livro de crime e mistério…

Resultado Passatempo - Paixões Secretas

Olá a todos!

Mais um passatempo que foi um sucesso, com um total de 187 participações. Agradecemos a todos os nossos seguidores, leitores e amigos pelo constante apoio.

O passatempo teve a colaboração da Editorial Presença à qual deixamos aqui, mais uma vez, um agradecimento pela iniciativa.

O vencedor deste passatempo foi:

139 - Armando Ferreira (Oeiras)

Que irá receber em casa o Paixões Secretas de Anna Godbersen.

Muitos Parabéns!
Enviei um e-mail de confirmação.

Boas leituras e boas férias!
Muito para ler

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Livros Juvenis - 11 e 14 anos (1)


Cá por casa uma das dificuldades que tivemos durante algum tempo, foi por os mais novos a ler. Era-mos unânimes que obriga-los a ler não faria bem a ninguém e só os faria detestar os livros, e que quando lhes apetecesse eles lá pegariam em algo. Pelo natal eles lá recebiam sempre uns 5 livros cada, oferecidos maioritariamente pelos amigos dos avós que seguiam a velha tradição de oferecer livros. Bem, como podem imaginar, eram encostados ao canto, por vezes ainda com o papel de embrulho e que depois iam imperativamente para as estantes sem serem abertos.
Uma das dificuldades foi tentar comprar livros infantis/juvenis que os cativassem. Não é fácil escolher para crianças, ainda para mais quando estes não lêem. Não há falta de oferta de livros deste género, qualquer supermercado e livraria tem uma vasta prateleira só para eles. Mas a nível de opiniões, não se encontram assim tão facilmente. Vou então deixar-vos aqui a lista de livrinhos que os mais pequenos finalmente leram e gostaram. Nesta altura somos 4 que normalmente andamos nas livrarias a catar as prateleiras o que é uma grande felicidade para nos. Acarreta é outro problema... a conta dos livros duplicou.

Ranhoso pequeno - 11 anos

 
Começou por pegar no Joe Carrot, «um coelho detetive. A sua agência, Carrot & Carrot, é a mais famosa de toda a cidade de Coelhópolis (também é a única…). Joe adora o seu trabalho. Gosta de procurar pistas e de resolver casos complicados, mas acima de tudo adora a sua família. Ele e a sua mulher, Jane, têm cinco coelhinhos maravilhosos! Nos seus livros, vai poder acompanhá-lo em histórias apaixonantes, divertidas, cheias de mistério, mas também de alegria.»

Páginas: 128
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-72305-5
Coleção: LIVROS DE HISTÓRIAS JOE CARROT
Faixa etária: a partir dos 7 anos

Uma série com 7 livros publicados, fácil de encontrar em qualquer super mercado e livraria com preços que variam entre os 7 e os 9 euros. Mesmo não sendo bem para a idade dele, começou a lê-los com 10 anos. A verdade é que ele os adorou, sentava-se com o livrinho e só parava quando os terminava. Releu vários e ainda agora os tem orgulhosamente na estante e não os acha infantis.

Como a série era pequena seguimos para "As Crónicas de Spiderwick". «Após o divórcio dos pais, os filhos de Grasse - os gémeos Fared e Simon e a sua irmã mais velha, Mallory - foram viver com a mãe para uma antiga mansão, já um tanto decadente, que pertencia à tia-avó, Lucinda, que vivia agora numa instituição. Antes mesmo de terem desfeito as malas, James começa a suspeitar de que não estão sós no casarão. Há ali alguém a viver entre aquelas paredes. As suas investigações acabam por levá-lo a descobrir um livro cheio de imagens de criaturas fantásticas - o Guia Prático do Mundo Fantástico, de Artur Spiderwick. E James descobre outra coisa ainda mais misteriosa: Arthur Spiderwick, o pai da tia-avó Lucinda, tinha sido dado como desaparecido...»




Autores: Tony DiTerlizzi, Holly Black
Colecção: As Crónicas de Spiderwick
ISBN: 978-972-23-3269-9
Nº de Páginas: 128
Dimensões: 120x180mm
Editora: Editorial Presença

Outra colecção que ele devorou o primeiro livro e quis comprar o resto da série, composta por 5 livros. Lembra-se do filme mas curiosamente disse que gostava mais dos livros. Anda constantemente a contar-me o que está a acontecer com as personagens.

Ranhoso maior - 14 anos

O nosso filho mais velho já tinha lido um ou outro livro da colecção "Uma aventura", contudo nada que o prendesse muito e o fizesse ler mais livros. Foi a série Aprendiz de Ranger que o cativou verdadeiramente. «Combina o misticismo da lenda do Rei Artur com a intensidade épica de O Senhor dos Anéis. Morgarath, Senhor das Montanhas da Chuva e da Noite, está decidido a apoderar-se do trono de Araluen custe o que custar. Will e o seu mestre Halt são incumbidos da delicada missão de evitar o assassinato do Rei Duncan e vêem-se envolvidos numa perigosa batalha que ultrapassa tudo quanto Will pudesse ter imaginado. É então que Will descobre a verdadeira natureza de um Ranger e reconhece o seu inestimável valor…»



Autor: John Flanagan
Edição/reimpressão: 2008
Páginas: 304
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892303215
Coleção: Aprendiz de Ranger
Faixa etária: a partir dos 13 anos


Leu os 3 livros publicados em português e espera ansiosamente pela continuação que por cá ainda não foram traduzidos. A série que prendeu a serguir foi Conspiração 365.
«Na véspera de Ano Novo, Cal é seguido por um estranho homem que lhe deixa um alerta: "Mataram o teu pai. Vão matar-te. Tens de sobreviver nos próximos 365 dias!"
Forçado a uma vida em fuga e com a cabeça a prémio, o fugitivo de 15 anos vê-se sozinho, sem ter quem o ajude. Perseguido pela Lei e por criminosos impiedosos, Cal tem de descobrir a verdade sobre a misteriosa morte do seu pai e um segredo capaz de mudar o rumo da História. A quem pode ele recorrer? Em quem pode ele confiar quando parece que o mundo inteiro o quer ver morto? O relógio não pára. Cada segundo pode ser o último da sua vida.»




Autor: Gabrielle Lord
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 192
Editor: Contraponto
ISBN: 9910000062605
Coleção: Conspiração 365
Faixa etária: a partir dos 12 anos

Uma série composta por 12 livros, um por cada mês do ano em que a personagem Cal, terá de sobreviver.

Esperemos que dentro em breve tenha mais livrinhos Juvenis para vos mostra, seria um óptimo sinal.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Longe do Meu Coração


Autor: Júlio Magalhães
Data de Publicação: Outubro de 2010
Editora: Esfera dos Livros
Páginas: 225
ISBN: 978-989-626-250-1


Joaquim não queria acreditar no que os seus olhos viam. Tinha saído a salto de Portugal, viajado apertado em camionetas de gado, andado quilómetros e quilómetros a pé, à chuva e à neve, quase tinha perdido a vida nos Pirenéus e agora estava ali. Na capital portuguesa em França. O sítio onde, todos lhe garantiam, podia enriquecer e concretizar os seus sonhos. Mas o que via era um bairro de lata. Sentia os pés enterrarem-se na lama. Olhava para as barracas miseráveis e para os fardos de palha que faziam as vezes de uma cama. Mas, Joaquim não estava disposto a baixar os braços. Em Longe do meu Coração retrata com mestria e realismo, o quotidiano dos portugueses que partiram em busca de uma vida melhor, sonhando um dia regressar ricos à terra que os viu partir pobres. Para Joaquim, Portugal estava longe. Era ali, em França, na terra que lhe dava de comer, que queria vingar, que prometia, à força do seu trabalho, derrubar fronteiras e preconceitos. O plano estava traçado. Iria abrir uma empresa de construção, com o seu amigo Albano, enriquecer e, depois de ter casa montada com carro com emblema no capô, estacionado à porta, iria pedir a mão da sua Françoise, a professora de Francês que lhe abriu o mundo das letras e do amor. Mas, cedo Joaquim vai descobrir que há barreiras difíceis de ultrapassar.



Foi difícil conseguir entrar na história, já tinha antes lido "Um Amor em Tempos de Guerra" e não me tinha sido tão difícil lê-lo, talvez o estado de espírito não fosse o ideal para ler este livro.
É uma história muito bem contada e de deixar com o coração nas mãos, partes em que é muito intenso outras mais leve.
Em resumo um livro com altos e baixos mas que satisfaz.

domingo, 14 de agosto de 2011

Poesia Oculta - António Cândido Franco

Poesia Oculta

Autor: António Cândido Franco
Data de Publicação: 1996
Editora: Vega
Páginas: 145
ISBN:972-699-515-9








Este ensaio recebeu em 1994, o Prémio Ensaio Literário 1992, patrocinado pelo Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro, sendo o júri constituído por Nuno Júdice, Diogo Pires Aurélio e Helena Carvalho Buescu.

Cândido Franco desde à muito que nos habituou a obras que fogem ao que habitualmente se vai por cá fazendo e publicando. Desde sempre "enfeitiçado" pela obra de Pascoaes e sendo sobretudo um poeta e ensaísta, o autor tem também incursões pelo romance.

O sub-título é esclarecedor do conteúdo da obra. Cândido Franco faz-nos viajar de forma íntima com o estar poético de autores fundamentais da poesia portuguesa como António Feliciano de Castilho, João de Deus, Eugénio de Castro, Ãngelo de Lima, Raul Brandão, Raul Leal, Bernardo Soares, António de Navarro José Blanc de Portugal, Carlos de Oliveira, Jorge de Sena, Mário Cesariny e António Maria Lisboa. 

O que o autor nos apresenta é um conjunto de textos de análise que vão para além da conjuntural análise literária e que aprofunda a sua génese em magmas simbólicos que estão no outro lado do poema.

A nota final, é manifestamente esclarecedora de tudo o que falou antes e do "penhor" que acha dever a António Telmo:






Penhor esse que poderá ter alguma razão, mas uma razão indirecta, sendo que a sua lúcida análise será certamente subsidiária de muitas leituras, mas a conclusão é sua.


Infelizmente como muitas outras marches aux flambeaux este ensaio não conseguiu a divulgação que merece.





sábado, 13 de agosto de 2011

O Cirurgião




Autora: Tess Gerritsen
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 496
Editor: 11X17 (Livro de Bolso)
ISBN: 9789722523004

Para variar, e porque se trata de um género que normalmente aprecio, optei desta vez por um policial. Foi o primeiro livro que li da autora e fiquei agradavelmente surpreendida.
A acção decorre nos Estados Unidos, na cidade de Bóston e em cidades vizinhas, e acompanhamos uma investigação policial tipicamente Americana, tal como as vemos nas séries televisivas e nos filmes, indo até ao pormenor do café e dos donuts frescos para alegrar a Brigada de Homicídios…
O livro tem como personagens principais dois polícias (Jane Rizzoli e Thomas Moore) e uma médica (Catherine Cordell), unidos numa relação invulgar com o Cirurgião, um assassino com uma estranha paixão pela medicina.  
A trama está muito bem urdida e não apresenta incoerências. O facto de a autora ter sido, ela própria, médica ajuda-a nas descrições de situações de emergência médica, de intervenções cirúrgicas de diversos tipos, etc. A par disto, também temos acesso a algumas análises forenses e psicológicas, nomeadamente do perfil psicológico do assassino, mas sem que tal se torne maçador.        
O livro faz ainda referência a alguns aspectos da história e mitologia Grega e Asteca, como forma de nos indicar aquilo que o assassino está a pensar e quais as suas motivações mais íntimas.
Enfim, estamos perante um livro capaz de nos transmitir aquela sensação arrepiante que nos faz olhar por cima do ombro, quando passeamos pelo jardim à noite…   

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

A Doçura da Chuva


Autor: Deborah Smith
Data de Publicação: Março de 2009
Editora: Porto Editora
Páginas: 478
ISBN: 978-972-0-04189-0


Kara Whittenbrook tinha uma vida privilegiada. Filha de dois ambientalistas famosos, cresceu entre a selva amazónica e os melhores colégios da elite americana.

Com a morte dos pais num acidente de aviação, torna-se herdeira, não só de uma enorme fortuna, mas também de um segredo que abalará por completo o seu mundo - o facto de ter sido adotada.

Decidida a encontrar os seus pais biológicos, Kara parte para o Nordeste da Califórnia, onde conhecerá Ben Thocco, um rancheiro que vive rodeado de gente singular.

Em pouco tempo, ela fará parte de um universo diferente, que lhe abrirá as portas de um amor inesperado e de amizades genuínas, e a ajudará a tomar as mais difíceis decisões…


Em A Doçura da Chuva, Deborah Smith dá-nos a conhecer uma galeria de personagens cativantes, que nos envolvem e nos levam a reconhecer nos pequenos gestos do quotidiano as fontes da alegria e da felicidade.



Quando trouxe este livro da biblioteca nem li a sinopse, e nem sabia do que tratava a história, só porque tinha ouvido falar tão bem resolvi lê-lo.
E ainda bem que o trouxe pois a história é uma grande história de amor e que mostra como o amor pode vencer todas as barreiras para além de ser uma história contra a discriminação.
Um livro lindo, belíssimo que fala ao coração e que nos deixa a sonhar e literalmente a pairar.
Não vou dizer sobre o que é a história para não revelar nada, pois acho que este livro é uma grande descoberta interior que nos eleva.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

A Marca do Assassino



Autor: Daniel Silva

Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 512
Editor: 11 X 17 (Livro de Bolso)
ISBN: 9789722523219













Este autor, descendente de Portugueses, é considerado por alguns jornais Norte-Americanos um dos melhores jovens escritores de literatura de espionagem da actualidade. A leitura deste seu livro faz-nos perceber o porquê desta classificação.
A acção desenrola-se principalmente nos Estados Unidos e na Europa. O leitor começa por acompanhar um ataque terrorista contra um avião comercial, tudo levando a crer que uma organização radical Palestiniana, desagradada com o evoluir positivo do processo de paz entre a Palestina e Israel, se encontra por detrás do atentado. Contudo, à medida que a trama se vai desenrolando, vamo-nos apercebendo que a realidade tem contornos muito mais estranhos e que, por vezes, os inimigos se encontram onde menos se espera…
Para que possamos acompanhar melhor o desenrolar da acção, o autor faz-nos entrar nos meandros dos serviços secretos e de segurança Europeus, Americanos, Israelitas… Assim, ficamos a saber algo mais sobre o KGB, o M15 e o M16, a CIA, a Mossad. O personagem principal é o agente da CIA Michael Osbourne, que vai tentar desfiar uma meada que o conduzirá até um assassino muito perigoso, que deixa uma marca especial sempre que mata.
O livro mostra também a forte pressão que determinados lobbies exercem sobre a política internacional, o enorme poder que os órgãos de comunicação social têm sobre os governos ocidentais, a teia obscura que une o poder político e os grandes capitais…
Vai, por tudo isto, de encontro a algumas das preocupações centrais presentes nas sociedades ocidentais, nos nossos dias.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Qualquer Coisa de Bom

Qualquer Coisa de Bom 

Autor: Sveva Casati Modignani
Data de Publicação:
Editora: Edições ASA
Páginas: 352
ISBN: 9789724142272

Sinopse

A leitura do testamento de Alessandra Pluda Cavalli vai provocar um tremendo choque ao seu marido, Franco, e aos seus três filhos. A parte mais substancial do património vai na verdade para Ludovica Magnasco, porteira do prédio em que vive a família Cavalli. Ludovica, a quem todos chamam Lula, sente-se igualmente perturbada por este legado, cujo significado não consegue alcançar. Lula, que tem tido a sua conta de adversidades, é amada e respeitada por todos os moradores do prédio graças à sua inteligência e bom carácter. Mas tal não é suficiente para explicar o que terá levado Alessandra a deixar-lhe aquela fortuna. Certamente que não foram as pequenas delicadezas com que por vezes Lula a agraciava, nem tão-pouco as confidências que trocavam. A explicação, que tem as suas raízes num segredo de família desde sempre guardado com zelo, afecta-a e perturba-a, mas não altera as suas convicções: o dinheiro só nos ajuda a viver melhor se o usarmos também para nos tornarmos úteis ao próximo. A indicar-lhe o caminho certo está agora o acaso, que cruza o seu destino com o do fascinante Guido Montini, um reputado veterinário dedicado a acções de voluntariado. Juntos formam um casal magnífico e têm a possibilidade de fazer algo de verdadeiramente bom...


Li já alguns livros desta autora e como sempre não nos sentimos defraudados nas expectativas. O nível da sua escrita é superior à média assim como todo o enredo é bastante coeso. Neste caso, temos uma herança que inesperadamente é deixada à porteira do prédio. Descobrimos que em parte será para castigar os herdeiros de Alessandra, mas com o decorrer da história, percebemos que as histórias destas personagens unem-se antes de estas se conhecerem. Sveva Casati Modignani intercala os capítulos do presente com capítulos que nos descrevem a infância e a juventude das várias personagens. Aos poucos Ludovica descobre o amor, descobre a sua história e vê-se perante o dilema do que deverá fazer com a herança. Uma agradável historia para lermos durante o verão.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Paixões Secretas

Autora: Anna Godbersen

Edição/reimpressão: 2011

Páginas: 280

Editor: Editorial Presença

ISBN: 9789722345781

Coleção: Princesas de Nova Iorque

Faixa etária: a partir dos 12 anos


Este é o terceiro volume da série Princesas de Nova Iorque, seguindo-se a Rebeldes e a Rumores, obras já publicadas pela Editorial Presença.
A autora conduz-nos, uma vez mais, até à alta sociedade Nova-Iorquina dos finais do século XIX e constrói um verdadeiro fresco dessa mesma sociedade: dos costumes, da forma de estar, do glamour associado às noites passadas a jantar e a dançar em círculos muito restritos e acessíveis quase exclusivamente a membros de famílias ricas e poderosas.
Enquanto acompanhamos as irmãs Holland, Penelope e Henry Schoonmaker ou Carolina Broad, a escritora dá-nos a conhecer as pérfidas intrigas que moldam as vidas dos protagonistas da história, faz-nos sentir a futilidade de uma existência com muito pouco de produtivo, mas mostra-nos também que há sempre quem esteja disposto a ajudar a construir e a defender o seu país.
Pelo meio, ficam algumas reflexões sobre a estratificação da sociedade Nova-Iorquina da época, bem como sobre as dificuldades sentidas pelos elementos mais desprotegidos dessa mesma sociedade.
As descrições são muito vívidas e a narrativa desenrola-se com fluidez, o que garante uma leitura agradável e cria no leitor a ilusão de estar a observar de bem perto este mundo de princesas, nem sempre de conto de fadas…
Uma leitura descomprometedora para este Verão!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

E Depois do Amor


Autor: Ray Kluun
Data de Publicação: Dezembro de 2010
Editora: Editorial Presença
Páginas: 300
ISBN: 978-972-23-4466-1


Depois da morte da mulher, Carmen, descrita em Love Life - De Coração Aberto, Dan tenta recomeçar a vida com a filha Luna, de 3 anos. Porém, a dor da perda da mulher e o seu hedonismo crónico acabam por lançar Dan numa espiral de auto-destruição. A conselho dos amigos, parte com Luna para uma longa viagem de autocaravana pela Austrália que se revelará fundamental para a aproximação entre pai e filha. Despretensioso e divertido, este romance autobiográfico, que é a sequela de Love Life - de Coração Aberto, publicado nesta mesma colecção, retrata a vida de um pai viúvo que procura a todo o custo recuperar o controlo da sua vida.


Bem nem sei que dizer deste livro aconteceu-me exactamente o mesmo que quando li o primeiro volume no início do livro pensei seriamente em deixá-lo de lado e não lhe pegar mais, porque sinceramente a história já me estava a enjoar era sempre mais do mesmo, o homem parece que não tinha discernimento nenhum do que andava a fazer nem sequer um pouco de consideração pela própria filha.
Mas sensivelmente do meio do livro para a frente é um pouco melhor e tudo começa a mudar com a viagem e o homem transforma-se completamente tal como aconteceu no livro anterior.
É de leitura fácil simples e os capítulos são pequenos o que não é cansativo.
Tem um desfecho que nem eu previa.

domingo, 7 de agosto de 2011

Drácula Libertado

Drácula Libertado

Autor: Brian Aldiss
Data de Publicação:
Editora: Caminho
Páginas:
ISBN: 972-21-0907-3





No relato que se segue - em que ambos sobressaímos - há terror, horror, maravilhamento e algo que inominável. Uma espécie de nostalgia por aquilo que nunca se experimentou.

Neste livro do Brian Aldiss, nº 165 da colecção de ficção cientifica da Caminho, vamos encontrar uma história de vampiros, e desenganem-se os que pensarem, que estamos perante mais uma história de vampiros. Nananana, isto é a sério, mesmo a sério. Vampiros maus que comem, devoram e brincam com a comida - que são os humanos, entenda-se. Vampiros que quando querem algo apoderam-se do que pretendem, que usam o quanto querem e invejam em parte os humanos. Não são vampiros que se apaixonam e respeitam os humanos, porque não precisam de o fazer. 


Por outro lado temos os humanos que não ficam doidinhos por serem vampiros, nem estão dispostos a dar o pescocinho ao apaixonado para fazer bom sexo. Os humanos, os poucos que conhecem a existencia dos vampiros, tem terror e desejam ardentemente acabar com tal perigo, pois sabem que qualquer um desses seres sem alma e sem raciocínio muito complexo, será um perigo para todos as pessoas que conhecem e amam.

A história tem várias ideias boas. O romance inicia-se com a descoberta de duas sepulturas pré-históricas, encontradas no Utha e a comunidade cientifica fica em pulveroso por os testes situarem os ossos com uma idade superior a 65 milhões de anos. Muito antes de qualquer ser humano ter caminhado sobre a terra.
Durante as descobertas um comboio fantasmagórico visita as sepulturas e dois dos cientistas entram no comboio (que se encontra repleto de vampiros) e descobre que está numa maquina do tempo - que é o comboio. Pára o comboio no final do sec. XIX e conhece o Bram Stoker o criador do famosos romance Drácula. A partir deste ponto inicia-se uma luta contra aquele que pretende aniquilar toda a humanidade - Drácula.
Mas o livro está cheio de pormenores muito engraçados, desde os já conhecidos e discutidos paradoxos temporais, até à explicação do aparecimento dos vampiros, que achei especialmente interessante. Durante todo o romance a personagem principal debate-se as suas crenças, que até aí são puramente cientificas. Com a descoberta  dos vampiros, ele não pode negar a possibilidade da existência de Deus, já que perante ele, tem a prova viva da "existência do mal".

sábado, 6 de agosto de 2011

À Procura de Sana


Autor: Richard Zimler

Edição/reimpressão: 2006

Páginas: 280

Editor: Gótica

Colecção: Cavalo de Tróia

ISBN: 9789727921614




Trata-se de um livro bastante interessante, especialmente para quem já leu O Último Cabalista de Lisboa, pelo mesmo autor. Isto porque, ao longo de toda a obra, se faz frequentemente referência àquela outra, de modo que o leitor é praticamente levado a revisitá-la.
Zimler é aqui um dos principais protagonistas, na medida em que é ele quem procura descobrir Sana, a sua vida, os seus desejos, os seus objectivos.
O leitor acompanha o autor nesta busca, acabando por dar por si a revisitar feridas abertas pelos campos de concentração Nazis, a assistir à criação do estado de Israel, a observar uma coexistência relativamente pacífica ente judeus e árabes, antes do eclodir da animosidade entre Israelitas e Palestinianos, que trará consequências gravosas para os diversos intervenientes na história.
Na minha opinião, o que mais surpreende o leitor é a oscilação entre realidade e ficção, que nos mantém em constante sobressalto, tentando “adivinhar” se aquilo que nos é contado aconteceu mesmo ou é pura invenção do autor. É um pouco como se estivéssemos a ver como as coisas podiam ter acontecido, se…
Enfim, vale a pena parar e pensar no que este livro tem para nos dizer!

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Paixões Secretas

Paixões Secretas

Autor: Anna Godbersen
Data de Publicação: 2 Agosto 2011
Editora: Editorial Presença
Páginas: 280
ISBN: 978-972-23-4578-1


Sinopse

Este terceiro volume da série Princesas de Nova Iorque tem início dois meses após o emocionante regresso de Elizabeth Holland. Manhattan espera ansiosamente que ela retome o seu lugar nos píncaros da vida social de Manhattan. Entretanto Henry e Penélope são agora o casal sobre o qual convergem todas as atenções, enquanto Caroline Brand, a ambiciosa amiga de Penélope, é agora a rica herdeira na mira da imprensa. Mas nada está garantido, sobretudo desde que alguém anda a passar certas informações aos ávidos jornalistas... Uma admirável reconstituição da época e um enredo subtilmente construído.

Desconhecedora da série até começar a ler este terceiro livro - Paixões Secretas, que diga-se que foi bastante fácil de acompanhar, visto a autora ter o cuidado de fazer referencia aos acontecimentos anteriores, somos envolvidos por fantásticas descrições do final do séc. XIX. As festas, os vestidos e os relacionamentos são descritos com pormenor, conseguindo assim visualizar perfeitamente toda a época em que se passa o livro. É sem dúvida o ponto forte do livro. As personagens são credíveis e o enredo um pouco dentro do esperado, contudo não deixa de cativar o leitor. A história de amor principal ficará ainda em aberto, mas várias outras personagens, terão já o seu lugar definido. Uma morte, um casamento e uma gravidez, mas não posso dizer de quem... para não estragar a surpresa. Resta-nos esperar pelo próximo livro.

Está a decorrer o passatempo aqui no blog, onde podem ganhar um exemplar deste livro. Participem!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Livros Lidos em 2011 - Angelina

  1. A Rosa Rebelde - Janet Paisley

  2. Uma Ponta de Verdade - Jeffrey Archer

  3. Por Entre Grãos de Areia - Josephine Cox

  4. O Guardião Verde - Mónica Rosa Gomes da Silva

  5. Uma Luz na Escuridão - Catherine Anderson

  6. A Pensar em Ti - Jill Mansell

  7. A Vida na Porta do Frigorífico - Alice Kuipers

  8. A Mentira - Julie Metz

  9. Laços Eternos - Kate Jacobs

  10. A Filha do Rei - Barbara Kyle

  11. A Magia do Amor - Barbara Bretton

  12. Melancia - Marian Keyes

  13. Antologia BBDE - Vários Autores

  14. A Pousada da Jamaica - Daphne du Maurier

  15. Doces Tormentas - Rui Vilhena

  16. Os Homenzinhos Livres - Terry Pratchett

  17. Comer, Orar, Amar - Elizabeth Gilbert

  18. Perfeitos - Scott Westerfeld

  19. O Beijo dos Elfos - Aprilynne Pike

  20. A História de Edgar Sawtelle - David Wroblewski

  21. Helena de Tróia vol.I - Margaret George

  22. O Dragão de Sua Majestade vol. I - Naomi Novik

  23. Rubi - Kerstin Gier

  24. Catarina de Aragão - Phillipa Gregory

  25. Love Life - De Coração Aberto - Ray Kluun

  26. Mrs. de Winter - Susan Hill

  27. O Trono de Jade Livro II - Naomi Novik

  28. A Biblioteca das Sombras - Mikkel Birkegaard

  29. O Décimo Dom - Jane Johnson

  30. Verão na Riviera - Elizabeth Adler

  31. A Hora Secreta Midnighters I - Scott Westerfeld

  32. Sangue Fresco - Charlaine Harris

  33. Dívida de Sangue - Charlaine Harris

  34. O Vampiro Secreto - L. J. Smith

  35. Às Minhas Filhas - Elizabeth Noble

  36. Os Pilares da Terra I - Ken Follett

  37. A Floresta de Mãos e Dentes - Carrie Ryan

  38. Néctar - Lily Prior

  39. Meus Amigos, Meus Amores - Marc Levy

  40. Primeira a Morrer - James Patterson

  41. No Limiar das Trevas - Midnighters II - Scott Westerfeld

  42. Meio-Dia Azul - Midnighters III - Scott Westerfeld

  43. As Nove Plantas do Desejo - Margot Berwin

  44. Crime e Castigo no País dos Brandos Costumes - Pedro Almeida Vieira

  45. O Rio Sabe - Amanda Quick

  46. Uma Americana em Pequim - Ann Mah

  47. La Cucina - Lily Prior

  48. Mataram a Rainha - A Época dos Venenos I - Juliette Benzoni

  49. A Carta - Sarah Blake

  50. 333 - Pedro Sena-Lino

  51. Dentro da Baleia - Jennie Rooney

  52. Casa Aberta - Elizabeth Berg

  53. E Depois do Amor - Ray Klunn

  54. A Doçura da Chuva - Deborah Smith

  55. Longe do Meu Coração - Júlio Magalhães

  56. Noites de Chuva e Estrelas - Maeve Binchy

  57. A Fada do Lar - Sophie Kinsella

  58. Encantamento - Alice Hoffman

  59. A Última Viagem do Valentina - Santa Montefiore

  60. A Mulher que Partiu - Josephine Cox

  61. O Dom I - Alice Croggon

  62. O Jardim das Sombras - Mark Mills
  63. A Biblioteca - Zoran Zivkovic
  64. O Codex Maia - Douglas Preston
  65. Os Pilares da Terra II - Ken Follett
  66. Vozes Silenciosas - Torey Hayden
  67. Pânico - Jeff Abbott
  68. A Irmandade - Robyn Young
  69. Jardim de Alfazema - Jude Deveraux
  70. Até que o Amor me Encontre - Charles Martin
  71. A Pedra Abençoada - Bárbara Wood
  72. Paixões Secretas - Anne Godbersen
  73. Kockroach A Metamorfose - Tyler Knox
  74. Relações Perigosas - Amanda Quick
  75. Alguém para Amar - Jude Deveraux
  76. O Último Beijo - Luanne Rice
  77. Cobiça - J. R. Ward
  78. O Leitor - Bernard Sclink
  79. A Minha Verdade é o Amor - Luanne Rice
  80. Viagem Extraordinária nas Terras do Conde Drácula I - Arthur Ténor
  81. O Diário de um Banana - Jeff Kinney
  82. Batalha - David Soares
  83. Viagem Extraordinária nas Terras do Conde Drácula II - Arthur Ténor
  84. Paixão Bordeaux - Rosie Thomas
  85. Alex 9 A Guardiã da Espada - Martin S. Braun
  86. Conta-me os Teus Segredos - Rosie Thomas
  87. Casamento de Conveniência - Madeleine Hunter
  88. A Casa do Lago - Elizabeth Edmondson
  89. Sonhos da Atlântida - Armando Frazão
  90. A Maldição dos Faraós - Elizabeth Peters
  91. Para Ti, Uma Vida Nova - Tiago Rebelo
  92. Qualquer Coisa de Bom - Sveva Casati Modignani

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Passatempo - Paixões Secretas

Estamos de volta com um novo passatempo, em colaboração com a Editorial Presença. Temos para oferecer Paixões Secretas de Anna Godbersen, terceiro volume da série Princesas de Nova Iorque um livro muito aguardado pelos seguidores da série.

O passatempo termina no dia 16 de Agosto às 23:59h. O vencedor será anunciado aqui no blogue e contactado via e-mail.

O vencedor será sorteado, entre os que responderem acertadamente às 3 questões que se encontram abaixo, enviados para o nosso endereço electrónico: 
muito.para.ler@gmail.com
Enviem o vosso nome, morada válida, as respostas e no Subject coloquem [Passatempo].

Regras:

  • Só será considerada a primeira resposta recebida por cada endereço e-mail;
  • Só serão aceites participações de pessoas residentes em Portugal (Continente e Ilhas);
  • O envio do prémio ficará a cargo da editora, que não se poderá responsabilizar por qualquer extravio ou não recepção.



Da parte do Muito Para Ler, agradecemos à Editorial Presença esta colaboração assim como a todos os nossos seguidores que nos visitam. Boa sorte a todos.


Questões:

  1. Qual o nome da personagem que regressa a Manhattan, tão esperada pela alta sociedade?
  2. Qual o nome do casal para o qual as atenções convergem?
  3. Em quantos países foram adquiridos os direitos do primeiro livro da serie - Rebeldes?

Consultem AQUI.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Lançamento - Paixões Secretas

Paixões Secretas

Autor: Anna Godbersen
Data de Publicação: 2 Agosto 2011
Editora: Editorial Presença
Páginas: 280
Colecção: As Princesas de Nova Iorque Nº 3
PREÇO COM IVA: 15,50€
ISBN: 978-972-23-4578-1
Código de Barras: 9789722345781

TERCEIRO VOLUME
DA TRILOGIA «AS PRINCESAS DE NOVA IORQUE»
BESTSELLER DO NEW YORK TIMES

Este terceiro volume da série Princesas de Nova Iorque tem início dois meses após
o emocionante regresso de Elizabeth Holland. Manhattan espera ansiosamente que
ela retome o seu lugar nos píncaros da vida social de Manhattan. Entretanto Henry
e Penélope são agora o casal sobre o qual convergem todas as atenções, enquanto
Caroline Brand, a ambiciosa amiga de Penélope, é agora a rica herdeira na mira da
imprensa. Mas nada está garantido, sobretudo desde que alguém anda a passar certas
informações aos ávidos jornalistas... Uma admirável reconstituição da época e um
enredo subtilmente construído.

Anna Godbersen nasceu em Berkeley, Califórnia, em 1980. Estudou no Barnard
College, em Manhattan. Fez crítica literária na revista Esquire e trabalhou também no
suplemento literário do The New York Times. O seu romance de estreia foi o primeiro
volume desta série, publicado pela Presença com o título Rebeldes, que fez dela uma
autora bestseller, tendo os direitos sido adquiridos por cerca de 20 países. Atualmente
vive em Nova Iorque.
Site oficial: www.harperteen-theluxe.com/luxe.html

CITAÇÕES DE IMPRENSA ESTRANGEIRA

«Uma narrativa requintada sobre jovens sofisticadas, segredos obscuros e romances
tempestuosos é narrada neste romance de leitura compulsiva que tem por cenário a alta
sociedade nova-iorquina e de finais do século XIX. Os leitores irão aclamar este drama
elegante e mordaz sobre amigos, amantes, mentiras e traição.»
Kirkus Reviews