quinta-feira, 7 de julho de 2011

Uma Escolha Por Amor

Uma Escolha Por Amor

Autor: Nicholas Sparks
Data de Publicação: 2007
Editora: Editorial Presença
Páginas: 256
ISBN: 9789722338608

Sinopse


Passado na costa da Carolina do Norte, o mais recente livro de Nicholas Sparks aborda as consequências de diversas escolhas feitas por Travis Parker, um veterinário, e pela sua vizinha Gabrielle Holland, assistente médica. Travis levava uma vida tranquila até Gaby fazer parte dela. E o mesmo se poderá dizer de Gaby que mantinha uma relação de longa data com o namorado até se apaixonar perdidamente por Travis. Que decisão irá ela tomar? Permanecer ao lado do homem que já conhece ou lançar-se numa nova aventura com um desconhecido? Durante a primeira parte do romance acompanhamos o processo de escolha de Gabby, e os efeitos que terá na vida de ambos. A segunda parte da história tem lugar onze anos depois, quando Travis tem de tomar uma decisão de vida ou morte no seguimento de um acidente de viação. Uma Escolha por Amor confronta-nos com a questão mais profunda de todas: até onde iria para manter viva a esperança do amor? Um livro comovente, ao melhor estilo de Nicholas Sparks.

Para quem não conhece o autor, Nicholas Sparks, este escreve romances. Das suas obras destaca-se "As palavras que nunca te direi", "O momento inesquecível" e o "Diário da nossa paixão", entre muitos outros. E quando pegamos num livro dele, já sabemos o que nos espera, uma linda história de amor, cheia de lágrimas e promessas eternas. Sabendo de antemão isso, não podemos partir para este tipo de livros com outras expectativas. O autor sabe contar uma história e sabe entreter, convence e comove. Alguns podem considera-lo um pouco repetitivo, até poderá ser, a verdade é quem o lê, adora-o.

Este livro especificamente é bastante mais calmo que o habitual, mas agradável. Acho as personagens masculinas um pouco demasiado estereotipadas e por vezes muito series e pouco realistas. Mas em geral gostei.

1 comentário:

Mariana & Roberta disse...

O que acho fantástico neste livro é a surpresa que temos quando realmente percebemos a que escolha o título do livro se refere. Já li quase todos do autor e este , para mim, situa-se na metade da tabela: não é dos melhores nem dos piores.