quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Sangue Furtivo

Sangue Furtivo

Autor: Charlaine Harris
Data de Publicação: 2010
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 256
ISBN: 9789896372071

Sinopse


"Sookie Stackhouse, uma empregada de bar na pequena vila Bon Temps, não é alheia a experiências sobrenaturais. Mas agora estranhos acontecimentos estão a mexer com a sua família e nunca antes o sobrenatural esteve tão próximo. Quando Sookie repara que os olhos do seu irmão Jason começam a modificar-se, ela percebe que ele está prestes a transformar-se numa pantera pela primeira vez - uma transformação mais rápida e intuitiva do que a maioria dos metamorfos que ela conhece. Mas a preocupação de Sookie torna-se mais intensa e assustadora quando um atirador furtivo aponta a sua mira para os metamorfos locais, e os novos "irmãos" felinos de Jason começam a suspeitar que ele pode estar por trás dessa mira. Sookie tem até à próxima lua cheia para descobrir quem está envolvido nestes ataques... a menos que o atirador decida encontrá-la primeiro..."


Depois deste 6º livro da saga Sangue fresco, a autora já pouco poderá fazer para evitar que a saga chegue ao fim, isto se tiver bom senso e não for demasiado gananciosa. Já enrolou e misturou de tudo na serie: começando pelos vampiros, metendo os metarmofos ao barulho, os lobisomens que  como ela defende no livro, são uns metarmofos especiais, telepatas, fadas e deuses mitológicos. 
Com esforço tem mantido a serie à tona d' água tentando que esta não se afunde, mas neste último livro, foi claro que a autora já não sabia mais o que misturar. Sem se lembrar de mais nenhum ser sobrenatural, a autora misturou todas as personagens, deu uns tiros em alguns, matou outros e decidiu no espaço de 2 dias por a Sookie a beijar ou a sentir-se sexualmente atraída por 4 ou 5 homens pelo caminho.

Aborrecido e pouco original.

2 comentários:

v_crazy_girl disse...

Eu gostei deste livro embora concordo contigo e não convém alongar muito a história simplesmente porque se quer... Mas nisso acho que temos sorte, porque a autora já referiu isso, já disse que quando deixar de ter ideias, deixa de escrever sobre Sookie e não vais estar a escrever simplesmente por escrever, o que é muito bom!

Boa crítica e bom blog ;)

Marcelina Gama disse...

Não desgostei completamente do livro, apenas me deixou insatisfeita a pensar "ainda bem que é emprestado e que não gastei $ nele". Gosto de algumas das personagens devido também à serie televisiva, mas acho que estão a perder qualidade, a serie e o livro.
Obrigada pela visita e pelo comentário.