quarta-feira, 12 de março de 2008

Encontros de amor num país em guerra


Encontros de amor num país em guerra
Luis Sepúleda

Este foi um daqueles livros que me custou a ler, ou melhor a acabar. Não é um livro que nos prenda. As pequenas historias, ou melhor contos que o autor agrupou sem grande critério. Com uma, ainda que não muito dura selecção, na escolha dos contos em vez de editar tudo o que encontrou, poderia ter escrito um belo livro. Claro que alguns dos contos são bons. Apresenta-nos uma mistura (ou será mistela?) de temas para todos os gostos, "A aventura e a política, o amor e a guerra, a viagem e a utopia, a ironia e o mistério: todo o mundo do autor..." Não ganha nada com isso.

O livro encontra-se dividido em quatro partes:
Amores e Desamores, Heróis e Canalhas, Imprevistos e Uma outra porta do céu. Durante a leitura, lembramo-nos de Allende e de Garcia Marques. Quer pelos pequenos delírios, quer pelas referências a guerras.

1 comentário:

Mariana & Roberta disse...

Deste autor apenas li "O velho que lia romances de amor". Não delirei, mas é um livro que se lê bem.